Fotografia de arquitetura: a importância de destacar o projeto luminotécnico

Dentro do vasto campo da fotografia de arquitetura, gostaria de destacar um muitas vezes subestimada: a captura visual nos projetos luminotécnicas.

Embora esse aspecto possa passar despercebido, dedicar atenção especial a essa fase do projeto aprimora significativamente o resultado final. Afinal, se houve o cuidado de desenvolver um projeto luminotécnico específico, a fotografia precisa refletir essa dedicação.

Em minha abordagem para esse tipo de trabalho, o foco se estende não apenas à arquitetura, mas também às lâmpadas em si. A escolha cuidadosa das cenas iluminadas e a meticulosa fotometria do ambiente são essenciais. O objetivo é capturar o foco de luz de maneira a evidenciar a diferença entre luz e sombra em uma única imagem.

Na maioria dos casos, recorro à técnica de HDR (High Dynamic Range), combinando várias imagens em uma para obter um resultado final que, apesar de demandar mais esforço, sempre compensa.

A oportunidade de destacar o teto, fonte principal das luzes, é fascinante. Além disso, explorar esse tipo de trabalho permite-me fotografar em condições menos convencionais, como à noite, algo menos comum na fotografia de arquitetura tradicional.

O processo segue com as etapas cotidianas: fotografar, editar, tratar, exportar e, finalmente, entregar. Cada projeto luminotécnico se transforma em uma oportunidade única de explorar a interseção entre a visão do arquiteto e a magia da luz na fotografia de arquitetura.

Abrir WhatsApp
1
Nosso WhatsApp
Olá,

Como posso te ajudar??